«TER PÁTRIA NÃO É NASCER NUM CERTO SÍTIO, É TER DE COMER, TER CASA, ESCOLA, ASSISTÊNCIA MÉDICA». Av. Dr. Magalhães Lemos. Edifício Impacto, Bloco 21. befelgueiras@gmail.com Telemóvel 917684030
Quarta-feira, 27 de Junho de 2007
Dossiê LGBT: acabar com a homofobia
    
       No mês em que por todo o mundo ocorrem manifestações da comunidade LGBT contra a homofobia, o Esquerda.net compilou vários textos sobre a temática.
      O mês do Orgulho Gay remonta a 1969, quando Gays e Lésbicas resistiram a mais um ataque policial no Bar Stonewall, em Nova Iorque.
      Hoje, a situação melhorou mas continua dramática: a homossexualidade é crime em 75 países.
      Dois textos de Pedro Carmona retratam a homofobia na Palestina e no Iraque. Nos EUA, a Amnistia Internacional denuncia abusos policiais contra as minorias sexuais.
      Depois da gigantesca Parada Gay de S.Paulo, João Carlos Louçã fala-nos das distorções da imprensa e do comércio rosa.
      Sobre a situação em Portugal, datas e factos, e dois artigos de Sérgio Vitorino: “A maioria continua no armário” e “Gisberta: chocados com o quê?”.
      Clara Caldeira analisa a representação das minorias sexuais nos media portugueses. E porque é altura de eleições em Lisboa a Associação Ilga Portugal apresenta as suas propostas a todos os candidatos.
      Em “Uma agenda LGBT para a esquerda” um grupo de activistas do BE aponta caminhos.   
      Finalmente, as iniciativas e propostas do Bloco de Esquerda em defesa dos e das LGBT e uma série de links úteis onde pode encontrar mais informação.


publicado por befelgueiras às 11:29
link do post | comentar | favorito
 O que é?

Sábado, 23 de Junho de 2007
Fiz Greve

Fiz Greve

J Santos Pinho

 

No dia da greve geral, a caminho da escola, passei pelo hipermercado, esse compêndio do consumismo desenfreado, e recordo que paradoxalmente, ali, comprei arroz e leite para o Banco Alimentar contra a Fome. Soube mais tarde, pela televisão, que o Banco Alimentar dá de comer a 210 mil portugueses. É inacreditável que tenha de ser a caridade pública a sustentar os problemas da pobreza que o Estado não só não resolve como, até, parece favorecer quando privilegia o grande capital pela via da exploração das e nas grandes superfícies.


As greves têm as suas vantagens: aproveita-se a ocasião para conversar, reflectir, trocar experiências que muitas vezes não são possíveis na labuta quotidiana. Esta serviu-me, particularmente, para concertar algumas estratégias específicas para despertar nos alunos a sensibilidade para a Arte, para que pensem pela própria cabeça, para que alarguem os seus horizontes. Ensiná-los a não serem uns zombies, uns amorfos, uns paus-mandados, atirados para as novelas, a massa do futebol, para a cristalização da estupidez.


Recentemente dizia a senhora ministra da educação que os jovens têm dificuldades especiais em compreenderem a nossa História Contemporânea (ignorando olimpicamente que a estão a apagar dos currículos) como se em nada contribuísse para isso! Ouve-se e pasma-se! Sem História não há futuro. Sem o conhecimento do passado e a reflexão sobre as suas implicações no presente, que futuro queremos construir?


A História é uma disciplina com grande potencial formativo. Para além dos saberes, prepara o futuro das gerações para o exercício de uma cidadania democrática e responsável, assente numa sólida identificação inclusiva. O conhecimento da História, e das competências que propicia, permite lidar com informação plural e controversa num mundo globalizado.


Ao redigir estas linhas ocorre-me a questão que o pensador José Gil, tão oportunamente, coloca no nº 743 da revista Visão: «O que fez o poder socialista para promover a democracia, desenvolver a cidadania, incentivar a liberdade?


É o drama paradoxal do governo socrático: proclamar grandes princípios e praticar, sistematicamente, o seu inverso.


Como José Gil, questiono-me sobre a política autoritária do actual governo. Julgando compensar a falta de autoridade natural com o recrudescimento do autoritarismo, o governo, promove nos sectores públicos uma cultura de coacção (identificação ilegal dos funcionários que fazem greve, por exemplo) e um servilismo bajulador. O poder instituído assemelha-se, na sua acção, ao antigo regime: «o poder não se discute – exerce-se»!


Pretender-se-á, assim, restaurar o modelo salazarista, e salazarento, da obediência cega ao chefe, assente num modelo de comportamento que, face ao poder político, só conhece o servilismo, a obediência passiva, a submissão e o medo?!


Também por tudo isto, exerci um direito de cidadania: - fiz greve.



publicado por befelgueiras às 22:57
link do post | comentar | favorito
 O que é?

Quarta-feira, 20 de Junho de 2007
Para sorrir...
Como explicar sem ofender


  (isto é que é diplomacia)...

      Um homem de 85 anos estava a fazer o seu check-up anual.

      O médico perguntou-lhe como é que ele se estava a sentir:

      - Nunca me senti tão bem - respondeu o idoso. A minha nova esposa tem 18 anos e está grávida, esperando um filho meu. Vaidoso o velho atira - Qual é a sua  opinião a este respeito?

      O médico reflectiu por um momento e disse:
 
       - Deixe-me contar-lhe uma história: Eu conheço uma pessoa que era um caçador fanático. Nunca perdeu uma estação de caça. Mas, um dia, por engano,  colocou o guarda-chuva na mochila em vez da arma. Quando estava na floresta, um urso repentinamente apareceu à sua frente. Ele sacou o guarda-chuva da mochila, apontou para o urso e.... BANG, o urso caiu morto...


      - Ah! Ah! Ah! Ah! Isso é impossível - disse o velhinho. - Algum outro caçador deve ter atirado no urso.

      - Exactamente!




publicado por befelgueiras às 22:46
link do post | comentar | favorito
 O que é?

Domingo, 17 de Junho de 2007
Pôr do Sol
Pôr do sol no pólo norte com a lua no seu ponto mais próximo




publicado por befelgueiras às 12:48
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é?

Quinta-feira, 14 de Junho de 2007
Há mais 100 mil precários do que em 2006

         

          O número de trabalhadores precários cresceu 12,5% em relação a 2006, segundo o Instituto Nacional de Estatística. Os dados são divulgados hoje pelo Diário de Notícias, e revelam que no final do primeiro trimestre deste ano existiam 835 mil pessoas contratadas a prazo, "a recibos verdes" ou em regime de trabalho sazonal ou pontual, mais 93 mil do que no mesmo período do ano passado.
          Assim, os precários representam já 21,5% do universo total dos trabalhadores, fazendo de Portugal o segundo país da União Europeia com mais contratos precários proporcionalmente ao número total de trabalhadores.



publicado por befelgueiras às 16:31
link do post | comentar | favorito
 O que é?

Domingo, 10 de Junho de 2007
Teste para despistagem de racistas

      Este teste foi aprovado pela mesma entidade que   aprovou as recentes OPA's em Portugal, por isso é 100% fiável e de natureza altamente intelectual.

      A
sua opinião será posteriormente avaliada pelo método Dr. House.

      Tem de responder rápido (instintivamente):








      Num galinheiro existiam 30 galinhas.
      Um preto levou 10.
      Quantas galinhas ficaram no galinheiro?









Resultado:  Ver mais abaixo











Se respondeu 20 galinhas - É RACISTA

Se respondeu 40 galinhas - Não é racista.
 


Explicação: Ver mais abaixo









Se havia 30 e o preto levou mais 10, ficaram 40 galinhas.



Ninguém disse que o preto as tinha roubado...





publicado por befelgueiras às 19:13
link do post | comentar | favorito
 O que é?

Terça-feira, 5 de Junho de 2007
8 Junho: Acções pela Justiça Climática

cartaz.jpg


      Em Lisboa e no Porto a Rede G8 junta-se ao protesto global do dia 8 de Junho, Dia Internacional pela Justiça Climática. No último dia da reunião do G8 na Alemanha, vários locais do Mundo vão reclamar justiça climática contra as políticas do países mais ricos do Planeta.

No Porto:

      O que vamos fazer?

      Vamos simular um mercado de direitos de emissão («Outlet do Carbono») onde haverá figurantes a representar cada um dos  líderes do G8 a tentar comprar direitos a outros países, ou seja, a «oferecer» gases de efeito de estufa (simbolizados por balões negros «negociados» com quem vai a passar na rua...). Denunciar-se-á localmente um dos aspectos que mais gravemente está a contribuir para esta situação na zona do Porto : o abuso e favorecimento do automóvel privado a par com o desprezo e crescente mau trato dado aos transportes colectivos e aos seus utentes.

      Onde o vamos fazer?

      Entre o Castelo do Queijo e a marginal de Matosinhos.

      Quando?

      dia 8, claro, sexta-feira, a partir das 15.00h

      Para colaborares e para mais informações contacta:  rede-g8-porto@pegada.net Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, é necessário activar o Javascript par o poder ver.

936333332
966060499
919053035


Em Lisboa:

      Entre a Rua Augusta e a Av. da Liberdade teremos várias acções, de performance ou instalação de rua:
      Por exemplo, na Rua Augusta, a partir das 18 horas, vamos ter uma batalha pela justiça climática contra os líderes do G8: um mapa mundo em que todas as pessoas impedem que o G8 encha o Mundo de gases poluentes, emissões que afectam sobretudo os países do hemisfério Sul. Salvar o clima com justiça social contra a poluição dos mais ricos!

      Mas teremos muito mais...

      Não faltes! Pticipa e passa palavra!

      Para colaborares e para mais informações contacta: justica.climatica@gmail.com Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, é necessário activar o Javascript par o poder ver.

      Para acompanhares todos estes preparativos vai a:

www.geoito2007.blogspot.com


sinto-me:

publicado por befelgueiras às 01:19
link do post | comentar | favorito
 O que é?

Meteorologia
Amnistia Internacional
mais sobre mim
pesquisar
 
A Barraca
links
Julho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


últ. comentários
Encontrei esse mesmo texto na nova Apostila Decisã...
Olá Carlos Carvalho!!!!!A campanha do bloco vai de...
Parabéns pelo post. Visitem o terradesousa.blogspo...
Olá,Meu nome é Priscila Andrade e faço parte da eq...
Acabou-se a «mama» ao oportunista de Caramos?Ou el...
Pois, pois... Mas pelo menos não alinhava por dois...
Foi um resultado bom demais, mais um candidato pat...
E AS IDEIAS QUANDO É QUE VEM ??????????ANTES DOS A...
Bloco Esquerda Felgueiras para Liliana mostrar det...
2009/9/25 Liliana Costa Rádio NFM <liliana.cost...
mais comentados
subscrever feeds
blogs SAPO
as minhas fotos
arquivos

Julho 2016

Junho 2016

Setembro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004